Make your own free website on Tripod.com

Gatopédia

Gatinho Bébé /Júnior

Início
Alimentação
Doenças Infecciosas
Obesidade
Gatinho Bébé /Júnior
Gato Idoso/Geriátrico
Videos Engraçados

bebes.jpg

 
RECEBER UM JOVEM GATO EM NOSSA CASA
 
Trazer um gatinho para nossa casa deve ser uma experiência maravilhosa e não um momento difícil. Muitos estudiosos do comportamento concordam que se alguns cuidados básicos forem tidos em atenção, os gatinhos adaptar-se-ão facilmente às suas novas condições de vida, mesmo que já existam aí outros animais de estimação.

É claro que não há dois gatos iguais, logo, não haverá um planeamento que tenha os mesmos resultados para todos os bichos. No entanto, o sucesso da adaptação do seu jovem animal de estimação terá um sucesso mais provável se se preparar para a sua chegada dos seguintes modos:


Antes da sua chegada...

· Encontre um quarto que o gatinho possa utilizar como sua "base" nos primeiros dias. O quarto deve ter porta ou algum outro modo de barrar o reboliço do dia-a-dia (incluindo crianças e outros animais de estimação).

· Num canto distante da porta, coloque a caixa de areia do gatinho, de preferência com areia grossa (isto a não ser que o gato tenha já mostrado preferência por outro tipo de areia).

· Num outro canto ou o mais longe possível da caixa de areia, coloque água e comida. Deve pôr tapetes de plástico debaixo do seu prato e da caixa de areia para uma limpeza mais fácil.

· Coloque a sua cama longe da caixa de areia. Normalmente os gatinhos dormem onde você quer, por isso talvez você tenha que deixar que o seu animal de estimação estabeleça um lugar de sua própria

gatitobebe1.jpg

A adaptação...

·
Traga o gatinho consigo para o quarto, feche a porta e deixe que ele descubra sozinho a localização das coisas. Pode pôr um pouco de areia já usada (da caixa anterior usada pelo gatinho) na sua nova caixa para que ele saiba onde é suposto fazer as necessidades. Não ponha o gato dentro da caixa de areia.

· Seja paciente e deixe que o bicho descubra locais de brincadeira no quarto, tais como parapeitos de janelas, um sofá confortável, uma cama para se espreguiçar ou mesas para onde saltar.

· Deixe o gatinho sozinho quando lhe parecer que ele esteja pronto para dormir um pouco ou quando ele estiver relaxado e confiante no seu novo ambiente. Se ele escolher o seu colo para dormir, considere-se alguém com sorte. Obviamente, você pode sempre tentar pô-lo no local escolhido por si para ele dormir e depois deixar o quarto.

persabebe1.jpg

Quando começa a surgir a audácia...

·
O seu novo amigo peludo mostrar-lhe-á quando estiver preparado para se aventurar pelo resto da casa. É importante deixá-lo fazer isto ao seu próprio ritmo. Deixar uma porta entreaberta, o suficiente para ele poder entrar e sair da sua "base", é um bom ponto de partida.

· Apresentações a animais de estimação e outros membros da família devem ser graduais e uma vez mais, permita ao gatinho aproximar e retirar-se (de volta para o seu quarto, se necessário) quando assim o desejar. Terá, com certeza, que controlar o seu cão. Eventualmente o gatinho estabelecerá as regras da casa com o cão, mas vai precisar de ajuda no início.

· Uma vez que o felino se tenha familiarizado com a sua nova casa e com o seu ambiente, você reparará nas suas preferências para brincar, dormir e outras actividades. Por esta altura (algo desde algumas horas a alguns dias), pode gradualmente começar a mudar a localização da caixa de areia e da tigela de comida para locais preferidos por si.

NUNCA repreenda o gato por ter feito as necessidades fora da caixa ao esfregar-lhe o nariz na sujidade. Em vez disso, pense no que poderá ter tornado a caixa um lugar menos atractivo para usar e no que poderá ter tornado o lugar "errado" mais atractivo do ponto de vista do gato. De seguida e rapidamente faça as mudanças necessárias.

Tudo Sobre Gatos
 
ARTIGOS RETIRADOS DE VÁRIOS SITES DA INETRNET, ADAPTADOS POR Madalena Silva